English Español

Segundo a notícia existente no antigo jornal de Manteigas, o «Estrela da Beira», n.o 138, de 21 de Dezembro de 1935: No sítio denominado Ribeiro do Urso, da vizinha freguesia de Sameiro, foram encontradas, há pouco, quatro mós romanas e um marco miliário e que por desconhecimento do seu valor arqueológico foram inutilizados pelo seu proprietário. Já nos princípios do século XVIII, segundo afirma o Padre Luís Abrantes de Almeida, foram encontrados nas proximidades do Fragal dos Mouros outros elementos de considerável valor arqueológico, da mesma forma perdidos no decorrer dos anos. Tudo isto vem atestar a antiguidade da vizinha povoação.”
Quanto às informações arqueológicas contidas na Memória Paroquial de 1758 , note-se a do achado de uma pica ou venábulo, que isoladamente será menos significativo, por poder ter sido para ali transportado, mas que em conjunto com outros achados ganha algum relevo. (Batista J. D. L., 2005)

Um outro achado arqueológico indicado por José David Lucas Batista em «O Povoamento da Serra da estrela de 1055 a 1223 e outros Estudos» é o de uma moeda romana encontrada em Manteigas. Trata-se de um «denarius» ainda do tempo da república romana, em prata, datando provavelmente de cerca do ano 112 a. C., mandado cunhar por Manius Aemilius Lepidus. No cunho uma estátua equestre e a inscrição Manio Aemilio Lepido.

voltar 

Promotor

Co-financiamento

    • imagem: inature.jpg
    • imagem: provere.jpg
    • imagem: logos.png