Início do percurso: junto à pista de Ski do Skiparque.

Na Rota da Reboleira é possível contemplar paisagens marcadas pela presença humana, através dos povoados que pontilham de branco o verde intenso do horizonte, pelos retalhos esculpidos na terra, socalcos, lameiros, bosques frondosos e áreas incultas de pastoreio. É ainda possível presenciar a influência do xisto nas casas típicas da serra e nos muros que adornam parte do percurso e que tipificam a paisagem.

Um dos locais de maior destaque na Rota da Reboleira, o qual se evidencia pela sua vegetação autóctone característica do andar intermédio, é o Souto do Concelho. Conhecida localmente por “Reboleiro”, esta árvore selvagem produz castanhas pequenas mas muito saborosas que são secas à lareira no Inverno e constituíram uma importante fonte de alimento no passado. Como o nome sugere, o Souto do Concelho é uma área de castinçal propriedade do Município de Manteigas e que ganha no Outono uma expressão multicolor de extrema beleza natural.

A Rota da Reboleira possibilita uma oportunidade ímpar de percorrer um trilho inundado pela beleza do Vale do Rio Zêzere, pela imensidão da Serra, pela magnificência das florestas mistas e de resinosas, povoadas por espécies de valor inestimável e fenómenos geológicos ímpares, como é o caso das cascalheiras, que correspondem a depósitos de fragmentos rochosos grosseiros, não consolidados, de litologia e mobilidade variáveis, normalmente localizados em pendentes de inclinação moderada a forte, colonizados, ou não, por vegetação vascular, destacando-se de forma única na paisagem natural que envolve o trilho.

Este percurso dá ainda a conhecer a Pista de Ski – SkiParque, que oferece a possibilidade de praticar ski e snowboard durante todo o ano em pistas sintéticas.

A Rota da Reboleira permite a observação de espécies florísticas de elevado interesse conservacionista como é o caso do azevinho ou da azinheira. Pode ainda observar-se o amieiro o medronheiro, o castanheiro, o pilriteiro, a urze, a roseira-brava, etc.

A diversidade de habitats presente equivale a uma igual multiplicidade de fauna, destacando-se o tartaranhão-caçador, toupeira-de-água, o morcego-de-ferradura-grande, o morcego-de-ferradura-pequeno, a cobra-de-escada, a coruja-do-mato, o peneireiro, o javali, a raposa, entre outros.

Nas proximidades do trilho podem ser encontradas algumas colmeias, não devendo de forma alguma serem perturbadas! Os caminheiros que possam desenvolver reacções anafiláticas deverão ter cuidados acrescidos.

  • Rota PR8MTG
    • Designação: Rota da Reboleira
    • Tipo: Circular
    • Coordenadas início: 7º28'08.83"W 40º24'38.50"N
    • Altitude início: 575 m
    • Altitude mínima: 566 m
    • Altitude máxima: 1052 m
    • Sentido aconselhado: Contrário ao dos ponteiros do relógio
    • Dificuldade: Média
    • Extensão: 15,8 km | 25,8 km (com derivações)
    • BTT: Sim